Posts do momento

A entrevista ARQUIVADA do Papa

5 5


Nota prévia: Chris Mathews, é um jornalista de esquerda da MSNBC, poderosa estação de televisão nos EUA. Ele tentou 'emboscar' o então Cardeal Jorge Bergolio (hoje Papa Francisco I), com perguntas que julgava o jornalista, virem a ser respondidas de forma inversa. Ber­golio dá a entrevista de tal forma incómoda para Mathews, que a MSNBC nunca levou a entrevista para o ar. O jornalista ao perceber que o seu plano falhara, arquivou a entrevista. Entretanto, um estudante de Notre Dame que cumpria serviço social na MSNBC, descobriu a entrevista e entregou-a ao seu professor. Tomou-se assim conhecimento do seu conteúdo. 

O jornalista começa a entrevista, perguntando-lhe o que ele opinava sobre a pobreza no mundo?

O Cardeal responde:
Primeiro na Europa e agora na América, alguns políticos têm-se dedicado a endividar as pessoas criando um ambiente de dependência. Para quê? Para aumentar o seu poder. São grandes especialistas em criar pobreza e ninguém os questiona. Eu luto para combater essa pobreza.
A pobreza converteu-se  numa condição natural e isso é muito mau. A minha tarefa é evitar o agravamento de tal condição. As ideologias que fabricam pobreza devem ser denunciadas. A educação é a grande solução para o problema. Devemos ensinar/mostrar às pessoas como salvar a sua alma, mas indicando como evitar a pobreza e não permitir que o governo conduza o povo a esse penoso estado.

Mathews ofendido, pergunta: O senhor culpa o governo?!

Culpo os políticos que buscam seus próprios interesses. Você e seus amigos são socialistas. Vocês e suas políticas são a causa de 70 anos de miséria, e essa situação já existe em muitos países que estão no limite do colapso. Acreditam na redistribuição que é uma das razões da pobreza. 
Vocês querem nacionalizar o universo para controlar todas as actividades humanas. 
Vocês querem destruir o incentivo do homem para, inclusive, cuidar de sua família, um crime contra a natureza e contra Deus. Esta ideologia cria mais pobres que todas as corporações que vocês adjectivam como diabólicas.

Replica Mathews: Nunca tinha escutado algo assim de um Cardeal.

As pessoas dominadas pelos socialistas necessitam saber que não temos que ser pobres.

Ataca Mathews: E América Latina? Quer apagar o progresso conquistado?!

O império de dependência criado por Hugo Cháves, com falsas promessas, mentindo para que se ajoelhem ante seu governo. Dando-lhes peixes sem permitir-lhes pescar. Se na América Latina alguém aprende a pescar, é castigado e os seus peixes são confiscados pelos socialistas. A liberdade é castigada.
Você fala de progresso e eu de pobreza. Temo pela América Latina. Toda a região está controlada por um bloco de regimes socialistas como Cuba, Argentina, Equador, Bolívia, Venezuela, Nicarágua. Quem nos salvará dessa tirania?

Acusa Mathews: Você é capitalista!

Se pensar que o capital é necessário para construir fábricas, escolas, hospitais, igrejas talvez seja. Você opõe-se a este processo e a este progresso?”

Por certo que não, mas não pensa que o capital é retirado das pessoas pelas corporações abusivas?

Não, eu penso que as pessoas, através de suas opções económicas  decidem que parte de seu capital irá para esses projectos  A utilização do capital deve ser voluntária. Somente quando os políticos confiscam esse capital para construir obras de governo, alimentar a burocracia, surge um grave problema. O capital investido de forma voluntária é legítimo, mas o que se investe à base da coerção, é ilegítimo.

Suas ideias são radicais, afirma o jornalista Mathews.

Não, faz muitos anos Khrushchev fez uma advertência: “Não devemos esperar que os americanos abracem o comunismo, mas podemos auxiliar os seus líderes eleitos com injecções de socialismo até que, ao despertar  percebam que embarcaram no comunismo.” Isto está a ocorrer nesse momento no antigo bastião da liberdade. Como os EUA podem salvar a América Latina se eles se converteram em escravos do seu governo?

Mathews afirma: Eu não posso digerir tudo isto. 

O Cardeal responde:

Você está muito irritado, a verdade pode ser dolorosa. Vocês criaram o "estado de bem-estar" que é somente resposta às necessidades dos pobres criados pela política. O estado interventor absolve a sociedade de sua responsabilidade. As famílias escapam de seu dever com o falso estado assistencialista, inclusive as igrejas. As pessoas já não praticam a caridade e vêem os pobres como problema do governo. Para a igreja já não há pobres que ajudar, empobreceram permanentemente e são agora propriedade dos políticos. E algo que me irrita profundamente é a incapacidade dos meios de comunicação de observar o problema sem analisar qual é a causa. Empobrecem as pessoas para que depois, votem naqueles que os afundaram na pobreza.

correio dos leitores do PG

Partilhe e deixe o seu comentário

◄ - ►
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
comentários
5 comentários

5 comentários blogger

  1. Não me parecia muito o estilo de Francisco:

    http://www.snopes.com/politics/religion/matthews.asp

    HG

    ResponderEliminar
  2. Não consigo perceber nada do que é dito ali! aquilo deve ser um texto escrito por alguns idiotas anti comunistas como é costume, ou visto de outra forma, alguns ignorantes reaccionários... enfim!
    Espero bem que o papa não seja isto, de tal forma uma coisa destas revela ignorância!
    Acho que a história já nos revelou ao longo dos tempos que nem capitalismo, muitas aliado ao fascismo mas, também não o comunismo que afinal não o é (julgo conhecermos o verdadeiro significado de comunidade/comunismo). Já quanto ao socialismo é uma questão de ser liderado por gente honesta mas, honesta no verdadeiro sentido da palavra e não no sentido em que os políticos se acham gente de bem embora sejam, muitos deles, grandessíssimos ladrões!
    Já quanto à Igreja. É uma Instituição com uma larga história mas, meramente humana e acho que isso diz tudo se dermos alguma importância responsável ao conhecemos sobre aqueles que a constituem e que enquanto constituição, sabemos, lançou o medo sobre as populações e dizimou povos!
    Que querem mais?
    Mas se Deus é comunista ou capitalista!??? francamente, ganhem juízo!
    Se existir, coisa que eu tenho dúvidas, não será, felizmente, à nossa semelhança!

    ResponderEliminar
  3. os comunistas piram. kkkkkkkkkk apesar de o capitalismo ñ ser lá grandes coisas tb

    ResponderEliminar
  4. Há alguma 'prova' de que esta entrevista é real? Ou basta ter fé? (pergunto sem ironia).

    ResponderEliminar
  5. Esta entrevista nunca existiu... é uma criação de ultra conservadores Norte Americanos, que acham alguém do partido Democrata um comunista (para muita gente de direita em Portugal, alguns Democratas conseguem estar ainda mais à direita!)

    http://blogs.telegraph.co.uk/news/damianthompson/100208720/did-pope-francis-really-say-that-socialism-causes-misery-and-that-america-is-heading-towards-a-form-of-communism/

    ResponderEliminar