Posts do momento

Daniel Catalão: É tão fácil falar contra a polícia

11 11


Completamente em desacordo com a "unanimidade" que reina por aí. Comparar a manifestação de ontem com as anteriores em que houve carga policial, é vergonhoso. Nas anteriores, os polícias foram apedrejados, insultados, alvo de "very lights"... durante longos minutos. E aguentaram! Até ao momento em que, operacionalmente, foi preciso agir. Ontem, não foi isso que aconteceu. A polícia de serviço agiu em favor da ordem pública e não amplificou o problema. Os manifestantes respeitaram a Assembleia da República e pararam onde foi colocada a barreira pós permissividade. Se o deviam ter feito? Eles próprios já responderam a isso. É tão fácil falar contra a polícia!!

Daniel Catalão

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

11 comentários blogger

  1. A alguém que entende, com bom senso.

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que existem pessoas na nossa sociedade que veem o que realmente se esta a passar porque naotenham duvidas que se as forcas de seguranca quisesem entrar no parlamento era mesmo isso que acontecia nem que fosse pelo poder das armas mas nao era esse o objetivo houve respeito e serenidade o objetivo e mostrar a toda a populacao que a continuar assim nao vamos conseguir defender a constituicao.... Agora pensem.

    ResponderEliminar
  3. Sabias palavras. Fico satisfeito de ainda existir alguem neste Pais com a cabeca no lugar e que ve a realidade. Ninguem pode comparar o que não é comparavel.

    ResponderEliminar
  4. 100% de acordo.
    Mais, a haver consequências elas deveriam para politicos e não para o DN da PSP.
    Os Policias são pessoas responsáveis e uma vez mais demonstraram-no, tanto os manifestantes como os de serviço, ao contrário do que aconteceu em 21 de Abril de 1989.
    É um orgulho ver que o caminho que abrimos em 1989 deu frutos e que, apesar de serem os mesmos que exercem o poder, quem nos dirige são pessoas completamente diferentes.

    ResponderEliminar
  5. PAREM DE DAR NÚMEROS AOS NOSSOS SUPERIORES (MESMO QUE ELES MEREÇAM, POIS HÁ COMANDANTES QUE BEM MERECEM VER O SEU TRABALHO DIGNIFICADO), E PENSEM QUE NESTE MOMENTO HÁ COISAS SUPERIORES QUE NOS TÊM DE FAZER RECUAR EM VEZ DE AVANÇAR COM DETENÇÕES, MULTAS... ETC...

    ResponderEliminar
  6. Este senhor surpreendeu-me pela sua opinião, se tinha o meu respeito ganhou a minha admiração pela sua simples e objectiva opinião. Bem haja.

    ResponderEliminar
  7. É evidente que a Policia manifestante apenas cometeu um pequeno pecadilho....sem excesso.
    Se houvesse excesso, havia muito sangue...fraterno.

    ResponderEliminar
  8. Há pessoas que conseguiram perceber a diferença entre os Homens e Mulheres (manifestantes) que subiram a escadaria da Assembleia da República e os que atiram pedras e insultam os Homens e Mulheres (Policias) que se encontram a cumprir as suas funções ... outras não!!!
    Apenas por uma razão ... "são diferentes!!!"

    Parabéns pela coragem

    ResponderEliminar
  9. Ficaram furiosos aqueles que esperavam ver sangue nas escadas da Assembleia da R., ao contrário do que aconteceu no Terreiro do Paço. Desta vês não conseguiram mobilizar os lambe botas para tratar mal os seus colegas, recordem qual era o partido do Governo na altura, agora é o mesmo. Porque razão tratam tão mal a Policia? Se não gostam dos policias porque não abdicam deles para guarda costas?

    ResponderEliminar
  10. Bom dia
    Correta a atitude do Corpo de Intervenção, incorreta...muito incorreta a atitude dos manifestantes em teimar fazer aquilo que sabiam era proíbido...e têm evitado, a todo o custo, quando estão a «defender» a AR em anteriores manifestações...subir a escadaria da AR.

    Petardos?!
    Pois, pelo que relatou a Counicação Social, nesta manifestação também aconteceu o rebentamento de petardos.


    Só não entendo como o Ministro da Administração Interna condena o comportamento do Corpo de Intervenção, demite o antigo comandante da PSP e escolhe para seu substituto o ex-comandante do Corpo de Intervenção da PSP....
    Também não deve ser para perceber.
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  11. Gostei deste seu pequeno artigo sobre a PSP e posso dizer-lhe que me irrita ver e ouvir comentários contra as forças da ordem cuja missão é defender-nos, o que não interessa a muita gente.
    Vim conhecer o seu Blogue e gostei , nas voltarei pois vale a pena.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar