Atenção! O alumínio é altamente tóxico - Portugal Glorioso

Atenção! O alumínio é altamente tóxico

coment  ●
O alumínio é altamente tóxico e é responsável por complicações gerais no funcionamento do nosso organismo.

Como usar correctamente o papel de alumínio nos alimentos.

O papel de alumínio é largamente utilizado na gastronomia mas, na maioria das vezes, usado de forma incorrecta! As pessoas tendem a colocar o lado brilhante virado para fora, pois torna o visual mais bonito.

O lado brilhante existe porque na laminação do alumínio entram duas folhas contrapostas nos cilindros, ficando um dos lados liso e brilhante, e o outro rugoso e fosco. O liso oferece menor aderência.

O alumínio é altamente tóxico, tendo que ser combatido nos solos com o uso do calcário. Mesmo em baixas concentrações, é tido como o responsável por complicações gerais no funcionamento do nosso organismo e um grande alavancador da doença de Alzheimer, fomentando inclusive, segundo alguns pareceres, a sua precoce aparição. Na dúvida, não custa prevenir.

Como usar, então, o papel de alumínio?

Além de usá-lo com o lado brilhante voltado para os alimentos, deve-se evitar dar mais de uma volta no alimento, pois da segunda volta em diante, os líquidos que gravitarem entre as camadas poderão ser contaminados com alumínio regressando para a nossa receita. Assim, é importante a finalização em forma de trouxa que deve ficar situada na parte superior, evitando a comunicação dos caldos da comida com a parte ruim do papel-alumínio.

Pode-se usar o papel celofane (muito usado em churrascos) e folha de bananeira, couve ou taioba.

Já agora, sobre as panelas de alumínio.
Na minha cozinha é expressamente proibido arear estas panelas na parte de dentro, pois se isso for feito, sempre que cozinharmos algo, estaremos a incorporar também o temível alumínio na nossa refeição.

Quando isso suceder por alguma pessoa desavisada, ou quando a panela ou caneca forem novas, deve-se ferver algumas cascas de ovo na panela cheia de água para que libertem o carbonato de cálcio que vai impermeabilizar a nossa panela, dando a segurança (como a de boas práticas e segurança alimentar) que necessitamos para nós e para as pessoas que mais amamos, a nossa família e os nossos amigos.

Afinal de contas, que mal há em prevenir?
Aqui ficam as dicas.

Ricardo Penna/Penninha, escritor e consultor gastronômico. Adaptação Portugal Glorioso.

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários