Posts do momento

Com gente desta no Parlamento, não vamos a lado nenhum

34 34
Michael Seufert, as frequências e as avaliações



Para que conste, quem nos comanda é esta "gentalha" que passa o tempo da universidade em festas a embebedar-se...e agora vomitam na Assembleia.

Michael Seufert, as frequências e as avaliações


O deputado Michael Lothar Mendes Seufert, do CDS/PP, nascido em 83, estudante, tem como habilitações literárias uma "frequência" de Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores e, sem a terminar, uma frequência de Mestrado em Engenharia Electrotécnica de Computadores.

Na página da Assembleia da República consta que o ilustre integra as Comissões de Orçamento Finanças e Administração Pública [Suplente], de Educação Ciência e Cultura [Coordenador GP], o Grupo de Trabalho - Parlamento dos Jovens e Grupo de Trabalho - Regime Jurídico da Partilha de Dados Informáticos.

Não obstante a décalage entre o Curriculum académico e os cargos que ocupa no parlamento, o rapaz Michael defende, "com conhecimento de causa", que os professores contratados sejam sujeitos a provas de avaliação. Então, porque não avaliar-se também o rapaz Michael?

Por Herminius Lusitano

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
34 Comentários Blogger
Comentários Facebook
mais comentários

34 comentários blogger

  1. Tem mesmo cara de anormal o patego

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou de acordo, parece que são escolhidos a dedo para governar este país da treta.

      Eliminar
  2. não é um canudo que faz com que um deputado seja um bom deputado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tentou tirar uma licenciatura e não conseguiu, de duas uma, ou é burro ou madraço!

      Eliminar
    2. Ele interrompeu a licenciatura para tomar lugar na Assembleia da República. Por favor informe-se antes de julgar as pessoas dessa forma.

      Eliminar
    3. Interrompeu a licenciatura aos 31 anos, fantástico.

      Eliminar
    4. A licenciatura desta eminência tem a duração de 15 anos. Ele só começou.

      Eliminar
  3. É impressionante como a desinformação se propaga à velocidade da luz... Esse senhor frequentou essa Licenciatura, correcto. Entretanto entrou em vigor o processo de Bolonha, e a Licenciatura foi convertida em Mestrado, que ele continuou a frequentar. Que depois veio a interromper antes de concluir para ir para a Assembleia da República.

    Longe de mim defender políticos genericamente, mas ao menos usem a verdade e não a treta que alguém se lembrou de inventar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desiste aos 31 em pós-Bolonha?!! E sem passar pelo mercado de trabalho !?
      Que grande elemento para o parlamento

      Eliminar
    2. Excelente a explicação dada. Estou admirado, não haja dúvidas.

      Eliminar
    3. Oh, Unknown, você fala com base em quê? Deixou em 2009, com 25 ou 26 anos, tem trabalho numa empresa durante 10 anos até essa altura.

      Está aprovado por si? A democracia pode continuar ou precisa de se sujeitar ao seu escrutínio ou do Portugal Glorioso?

      Eliminar
  4. Sem comentarios! Que triste rumo que toma Portugal!

    ResponderEliminar
  5. Sem dúvida ele e um patriota grande homem sem nunca ter terminado um curso, nunca ter trabalhado na vida e tem acesso directo ao rumo do nosso país...pergunto qual a qualificação desta personagem para ali estar ? Ou algo que o qualifique para tamanho cargo? Eu sou engenheiro informático, tenho 3 anos a mais que ele e trabalho desde os meus nove anos... Vocês na sua casa punham esta coisa a gerir o vosso lar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Embora num sistema com pouco meu agrado (listas fechadas), a qualificação é ter integrado uma lista que ganhou lugares na AR com votos democráticos.

      Chega-lhe?

      Parabéns pelo trabalho desde o 9 anos (omg...)

      Eliminar
  6. marioneta do sistema

    ResponderEliminar
  7. Mais um cromo so pode

    ResponderEliminar
  8. Só Cromos. Estamos entregues a este "bichos"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. afilhado de Paulo Portas????

      Eliminar
  9. Se um curso superior fosse um atestado de competência ... Estavamos bem , uma vez que Portugal é um país de doutores e engenheiros...
    Não concordo nada que seja obrigatória uma licenciatura para se exercer um cargo público , prefiro um registo criminal limpo e total clareza nos patrimónios....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas que um palerma que já leva 12, 13 , 14 anos na Universidade se ache no direito de tecer comentários sobre o trabalho de outras pessoas, neste caso professores, que em muitos casos, trabalharam arduamente para terminar o curso, só pode ser condenado. Sim, eu quando andei na Unversidade também bebi e também andei em farras. Mas acabei o curso em 5 anos e com boa média. E é um curso de Engenharia, tão complicado quanto o deste senhor, no meu caso Informática. Este esterco, chegou a deputado da nação sem ter feito um mínimo de esforço para isso. É um merdas. Será sempre um merdas, juntamente com os Relvas deste país que nos "desgovernam".

      Eliminar
  10. Esta noticia é uma vergonha! Mostrem-me quantas pessoas nunca beberam e se divertiram? São mais incapazes por isso? São melhores os actores de cinema e das novelas, que se drogam e toda a gente os venera e pede autógrafos.
    Não sou a favor da pessoa em questão, alias nem a favor nem contra, mas mete dó criticar uma pessoa porque teve momentos de diversão e não acabou um curso, na melhor faculdade de Engenharia do Pais, num curso classificado entre os 200 melhores do mundo na area. Em que a media de entrada é ridiculamente alta e a media de conclusão são 7,5 anos num curso de 5, todos essas pessoas que passam esse numero pela vossa lógica são estercos da sociedade que só quiseram apanhar bebedeiras no curso. Quantos de vocês que criticam conseguiam sequer entrar?
    Muito fácil dizer que todos são uma merda, o que fez algum de vocês para mudar o rumo das coisas que criticam! Típica mentalidade portuguesa, criticar e dizer mal de tudo, sem nunca ter tentado fazer algo para mudar. Sou jovem e quero sair do pais, não pelo actual estado de crise, mas porque o que vejo desde criança é a mentalidade do típico portuguesinho a criticar mas a nunca tentar fazer algo para mudar.

    ResponderEliminar
  11. Pois eu tenho um filho com 28 anos, já fez uma licenciatura em astronomia na Uni do Porto, um mestrado em físico teórico na EPFL de Lausanne ( suisse ), um doutoramento na Universidade Libre de Bruxelas e está a fazer um pós Doc. Em Cambridge. Porque acho que o meu filho é uma Pessoa normalmente inteligente, penso que este deputado não passa de um palerma como tantos outros que estão na assembleia da república a viver do nosso suor! e não posso esquecer na passagem de relembrar o famoso relvas e as suas também famosas equivalências.

    ResponderEliminar
  12. Ele nunca andou na universidade. Passeou-se... Falando com conhecimento de causa, tendo frequentado a mesma universidade da mesma altura. Este senhor é claramente um político de carreira.

    ResponderEliminar
  13. O que é que este bocha fez na vida para que aos 31 anos esteja a representar uma posição destas?

    ResponderEliminar
  14. A idade não marca o lugar, mas com aquela cara de autêntico TACHO, aliás, sendo ele mais um "amiguinho" da direita, não se poderia esperar qualquer tipo de capacidade para se sentar naquela cadeira.

    ResponderEliminar
  15. Vao trabalhar seus comunas!!

    ResponderEliminar
  16. O nosso país é só tachos... Até mete nojo.

    ResponderEliminar
  17. Atendendo a esta clara necessidade de avaliar os professores, conclui-se que nao acabou o curso por culpa dos mesmos. Incapazes, imprestaveis... Tendo-se tornado um politico experiente, um individuo iluminado e com um conhecimento de causa universal, vai com certeza resolver o problema em 3 tempos... Foi por causa desta gentalha (politicos) que sai do pais... haja vergonha (coisa que politico algum nunca tera).

    ResponderEliminar
  18. O problema não é dele mas sim dos dinossauros que o põem lá dentro. A democracia do nosso país é como a monarquia passa de pais para filhos.

    ResponderEliminar
  19. Já estou baralhado com tantos anónimos, mas para o defensor desses políticos tire o anonimato para ficar-mos a saber quem diz que tambem estudou e tal mas afinal nunca leu um pouquinho que fosse do acordo de Bolonha e se o homem é um político de carreira tambem é óbvio que nunca estudou foi lá só fazer a candidatura depois dos 23 com um certificado das novas oportunidades criado pelo Sócrates que afinal está a criticar, vá lá a gente perceber esta gentinha sem sapiência.

    ResponderEliminar
  20. 230 deputados para quê ? tanta gente a comer á custa do contribuinte. Leis mal elaboradas para que depois os advogados (muitos deputados) as possam contestar com mais facilidade em Tribunal... Uma vergonha.
    Manuel Luiz Gonçalves

    ResponderEliminar
  21. Para ser deputado, ninguém precisa de ser licenciado! O que é necessário, são deputados conhecedores e conscientes da realidade do país. Não uma "cambada", que nunca fez nada na vida, sempre viveram no mundo dos partidos e que nasceram com o "cú virado para a lua"! O nome deste senhor diz tudo!!!!

    ResponderEliminar
  22. Burro ? daqui a uns dias esta reformado e tem uma estatua na terra dele... kkkkk burro o gajo ? burro fui eu q trabalhei quase 50 anos , estou deficiente e com uma reforma miseravel.... que se fodam !

    ResponderEliminar
  23. Meus amigos uma única maneira de acabar com isto apesar de me custar bastante dizer só pela força das armas garanto que os que ficarem de certeza constrói das cinzas não será melhor sofrer de uma vez do que andar aqui no aí ai

    ResponderEliminar