Posts do momento

Sentença inédita: Ciganos que agrediram militares da GNR

49 49


Comparemos estas duas sentenças da justiça portuguesa:


1. Tribunal de Lisboa - 2013

O colectivo condenou e puniu o militar da GNR Hugo Ernano, pela morte de uma criança de 11 anos, levada para o crime pelo próprio pai (de etnia cigana), quando este tentou atropelar o GNR e se pôs em fuga.

ACTUALIZAÇÃO Agosto-2016:
Hugo Ernano, (pai de dois filhos, uma de 11 e um de três), está neste momento suspenso de funções até ao fim do ano e não consegue apoio do Estado. Esta terça-feira na CMTV Moita Flores mostrou-se indignado com todo este caso: "Isto é obsceno. Inaceitável num país democrático. (...) Verdadeira prostituição moral". Moita Flores diz ainda que é bom que ninguém esqueça o arranque desta história: "São ladrões que estão a roubar e um deles leva o filho para aprender a roubar".



2. Tribunal de Felgueiras - 2008

A magistrada do Tribunal de Felgueiras condenou os cinco elementos de etnia cigana acusados de agredir militares da GNR , aplicando-lhes penas de prisão efectiva e ao pagamento de indemnizações. Na sentença, deu como provado que, durante os acontecimentos, os cinco homens agrediram os militares, e «as mulheres e as crianças guincharam selvaticamente, bateram e chamaram nomes» aos guardas.

No acórdão que exarou a propósito do julgamento de cinco elementos de etnia cigana que agrediram militares da GNR em Felgueiras, a juíza Ana Gabriela Freitas referiu-se de forma surpreendente, para o que é a norma corrente nestes casos, à etnia cigana como «pessoas mal vistas socialmente, marginais, traiçoeiras, integralmente subsídio-dependentes de um Estado a quem pagam desobedecendo e atentando contra a integridade física e moral dos seus agentes».

Ana Gabriela Freitas generalizou ainda os comentários a toda a comunidade cigana, afirmando que «está em causa o desrespeito da autoridade e, por arrastamento, a própria administração da Justiça» como o demonstram «os recentes acontecimentos da Cova da Moura, Azinhaga do Besouro, Quinta da Fonte e ainda culminando com a agressão selvática dos agentes da PSP em Felgueiras».

A juíza escreveu no processo que as condições habitacionais dos ciganos «são fracas, não por força do espaço físico em si, mas pelo estilo de vida da sua etnia (pouca higiene)». O acórdão termina com a juíza a assumir não vislumbrar «a menor razão para acolher a rábula da perseguição e vitimização dos ciganos, coitadinhos!»

Relativamente aos réus que condenou, salientou que são «todos conhecidos dos agentes da GNR de Felgueiras por serem... clientes do posto e aí se deslocarem em virtude de desacatos, desordens, e ilícitos de variada natureza».

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

49 comentários blogger

  1. Se fossem todos assim isto endireitava-se.

    ResponderEliminar
  2. Até que enfim alguém com coragem. Bem haja

    ResponderEliminar
  3. Há mulher de tomates...

    ResponderEliminar
  4. GRANDE MULHER E JUÍZA. MULHER COM VALORES MORAIS :) ALELUIA ALGUÉM COM FIRMEZA

    ResponderEliminar
  5. Aiiiiii, mas que justiça é estaaaaa?!
    A juiza não pode estar beiiiim!
    Os ciganos costumam safar-se sempreee! Ai lelos que se a moda pega qualquer dia já nam vêm subsidioooos! :)
    Bem haja Sra Dra!!

    ResponderEliminar
  6. Finalmente alguém com 'tomates' bem haja!

    ResponderEliminar
  7. Precisamos de mais juizes (as) destes
    Bem haja.
    Enquanto nao houver mais juizes como esta continuaremos a dar as nossas opinioes como anonimos

    ResponderEliminar
  8. Esta Juíza foi educada com valores morais e princípios éticos e daí esta sentença digna de registo.
    Os tempos começam a mudar, os meus parabéns para o Colectivo de Juízes e para o Ministério Público que também não teve papas na língua quando propôs a condenação dos animais.

    ResponderEliminar
  9. Isto já foi em 2008 entrentanto já os ditos devem ter sido absolvidos e indemnizados...

    ResponderEliminar
  10. Esta Senhora Juíza deverá ser admirada por todos os cidadãos dignos de tal nome.
    Efectivamente esta etnia abusa da condescendência dos agentes da autoridade e dos juízes complexados.
    Dia a dia se comportam pior os ciganos que vegetam por este país.

    ResponderEliminar
  11. Parabéns excelentíssima senhora doutora juíza os meus sinceros parabéns

    ResponderEliminar
  12. Grande juiza!!!!
    se acontecesse mais vezes isto, eles teriam menos força. ..

    ResponderEliminar
  13. Grande mulher sem duvida deveriam haver mais assim para que, este país fosse prazer frente, acabavam os subsídios, com BMW e Mercedes topo. De gama a porta pois há pessoas que nada têm, é não recebem nada esse sim precisam

    ResponderEliminar
  14. Grande juíza .muita força e coragem

    ResponderEliminar
  15. Pode ser k esta doutora tenha uma surpresa desagradável...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai ameaçar os burros que montas. E que sejas amaldiçoado por 100 anos.

      Eliminar
    2. Também és dessa corja de merda? Deves ser, tendo em conta o teu "aviso".

      Deviam ser toda corridos do país ao pontapé!

      Eliminar
    3. Ainda ameaças a "doutora" Quando comes da nossa mão bandidoide cobarde, vem ter comigo sozinho podes trazer a faca ou a pistola ilegal e faz de conta que eu sou a "doutora". Tenho um presente para ti...

      Eliminar
  16. Saúda se esta Sra. Juíza que teve a coragem que outros não tiveram esta SRA apenas consta o que todos sabem
    Ainda temos casos de injustiça estrema como o Hugo Ernano condenado por cumprir o seu trabalho
    e um juiz não teve a mesma coragem de ver o óbvio.

    ResponderEliminar
  17. Esta Juíza deveria julgar todos os casos do nosso país. Assim, talvez deixassem de escapar, essa corja da políticos e administradores corruptos. Bem Haja

    ResponderEliminar
  18. Estão habituados a bater com os carros terem culpa e quem fica com a batida tem que se calar senão levam com eles de todas as maneiras e feitio..assim fossem todos os juízes e Portugal era um paraíso de práticas sensatas....bem haja Drª.

    ResponderEliminar
  19. Olá a todos visitantes e comentadores deste artigo,por favor não vamos julgar tudo pelo mesmo crime,eu sou de etnia cigana e não vou pagar pelos crimes cometidos deste cidadão português de “etnia cigana“.somos todos seres humanos por saibamos ver e compreender o que esta bem e o que esta mal.não fação exclusão e vamos deixem os cidadãos portugueses de “etnia cigana integrasse na sociedade.
    Espero que este meu comentário possa ser posto em pratica.
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia senhor de etnia cigana, parece ser instruído QB e civilizado! Eu sei que entre a vossa comunidade ainda existem pessoas "civilizadas" porque conheço uma, Mas o problema é que são poucos! Vocês se a esmagadora maioria, trabalha-se, paga-se impostos e não causassem problemas: de segurança, e paz, seriam respeitados e bem aceites, porque sabem que nós povo Português somos tolerantes se calhar até demais...é a natureza do nosso povo! Agora explique-me se fizer favor Porque é que voçes se sentem descriminados, quando se quiser casar com uma cigana vou arranjar um problema com vocês, isto é só um exemplo! Porque é que vocês têm saúde, casas, computadores, educação, rendimento mínimo garantido etc. tudo à minha conta e dos demais...recebem as notas bem contadas nos correios e vão buscar o dinheirinho de BMW e Mercedes de alta gama??? Isso deve ser o milagre da multiplicação, explique-me que eu sou aprendiz e quero fazer o mesmo, pois neste momento nem carro tenho. Tenho um IMI para pagar e não sei como vou arranjar o dinheiro...E vocês nem dabem o que é o IMI. Tentam ameaçar as pessoas e subjuga-las..quando vão a um hospital: è tudo vosso e são atendidos primeiro que os demais utentes, que pagam impostos. Sem um membro da sua etnia está doente porque raio vão 50 ciganos entupir e prejudicar os serviços do Hospital???? Só têm direitos, voç~es não dão nada á sociedade que vos dá tudo, só tiram e ainda causam problemas! E acima de tudo não respeitam a autoridade do meu país, agridem e ameaçam policias e isto não é um caso isolado, é todos os dias...por isso amigo, tenho a sensação que este estado de coisas vai acabar...porque este sistema está em fim de ciclo! Tenho esperança que nós os que têm olhos na cara vamo-nos insurgir contra isto tudo e esses políticos corruptos e incompetentes que vos protegem e vocês tem este comportamento deplorável e dizem que são marginalizados, vai acabar! Nós não temos que vos sustentar eternamente...e não se esqueça que para se receber é preciso dar...de vocês tudo o que vem é mau...nunca tive boas experiencias com ciganos; fui roubado por vocês e agredido e por isso tenho-vos um ódio mortal .....O cigano que eu conheço andou na escola comigo e esse foi meu amigo, sabe porquê??? Porque era honesto e trabalhava e pagava impostos...ou seja ...tinha direitos e deveres, esta é a chave do sucesso...e não criava problemas..outros ciganos que viram isto não gostaram e ameaçaram o meu amigo cigano, por este ter adoptado este saudável estilo de vida.
      Diga lá...disse alguma mentira ?????

      Eliminar
    2. O mau caro não disse mentira alguma. Tudo o que diz é a mais pura verdade.

      Há quase 10 anos tive que pôr de pé uma casa velha que era dos meus pais. Um vendaval em Janeiro de 2005 deitou-a abaixo. Vi-me grego para consegui-lo porque faltava sempre um papel e quando arranjava esse papel, havia um outro que caducava e assim por diante, inclusivé as leis mudavam para esse fim de 2 em 2 meses.
      Nos serviços da Câmara onde me deslocava com MUITA frequencia, também lá iam vários ciganos que moravam nos bairros sociais camarários pagar a renda.
      Sabem quais eram essas rendas?

      5 euros e 6 euros. Havia uma renda de 2 euros. Os meus leitores nem se quer fazem uma ideia das imposições que TODOS tinham. Era uma torneira que não funcionava, uma janela com vidro partido ou que não funcionava, era a pia partida, etc. etc. etc. mas tudo dito com muita algazarra e em voz alta!!!
      Chequei a pedir ao Eng. da Câmara que, se me fizesse o favor de me arranjar uma dessas casas para lá meter o meu irmão solteiro, de bom grado OFERECIA â Câmara, a tal casa que estava em ruinas e que tantos trabalhos me estava a dar.
      Responde-me a sorrir que não.... tinha que ir para uma fila onde já estavam 600 e tal pessoas em lista de espera e a maior parte delas, de etnia cigana, como é evidente.

      Lembram-se daqueles tiroteios e pancadaria da grossa entre ciganos e africanos num dos bairros dos arrabaldes de Lisboa mas que pertencia ao Concelho de Loures?

      Houve assaltos e saques. Na reportagem que as TVs fizeram muitos ciganos se queixaram que lhes roubaram, as aparelhagens, os plasmas, os ares condicionados, os cumputadores, etc. etc. Quer dizer, vivem com todas as mordomias e confortos...mas nessa reportagem também fomos informados que a maior parte deles NÃO PAGAVAM as rendas de 20 ou 20 e poucos euros.
      Pagar, não é com os ciganos...receber sim e de preferencia muito.

      Quando não havia ainda os sistemas informáticos na Segurânça Social que há hoje onde se cruzam informações e dados, havia muitos ciganos que se iam inscrever para receberem os subsídios - a que tinham direito, à S.Social de Viseu, S.Pedro do Sul, Vouzela, Oliveira de Frades e por aí fora...
      Era um balúrdio !!!
      Apenas conheço um cigano que desconta para a Seg. Social. Quaresma do FCP ...e se desconta é porque a entiade patronal o faz por ele...

      Eliminar
  20. Caro amigo os cidadãos portugueses nunca marginalizaram ninguém nem de lado colocamos qualquer pessoa d etnia cigana, salvo raras excepções à população cigana é quem se quer por de lado para assim puderem usufruir de todos esses rendimentos sociais e para que possam viver das tantas ilegalidades que cometem sem ser punidos. Acredito k haja excepções mas no global são pessoas k nao fazem qualquer falta a este nosso Portugal.
    Bem haja a meretissima Juiza

    ResponderEliminar
  21. Mto bem! Assim é que deve ser. Proteger quem deve ser protegido e condenar quem comete crimes!

    ResponderEliminar
  22. Assim havia de ser o exemplo para todo pais.

    ResponderEliminar
  23. Ponham esta juiza como ministra, ou a julgar casos como o BES, e de outros corruptos, e que ajude em alguma coisa o caso do Hugo Hermano e condenem essa corja de parasitas que em nada contribuem para o desenvolvimento do nosso país. Acabem com a mama dos subsídios e que eles vivam só e mal acompanhados por eles proprios. Porcos sujos e maus. Sou racista ? Se calhar sou! Cinto de segurança eu uso, eles não precisam. Carros de 5 lugares? 5 pessoas eles até não caber mais, gente sem regras, sem moral. E já agora andar em cima deles por obrigarem menores de 12/13 anos a casar. Escolaridade obrigatória? Também não. Povo inculto. As leis em Portugal são para ser compridas por todos, mas essas bestas só fazem tudo para nos humilhar a nós que damos comida aquela cambada de energúmenos com os subsídios que recebem. Desculpem mas estou revoltada com este pau de 2 bicos . 2 juízes 2 sentenças diferentes. Em que escola em que andaram? Esta Sra Dra teve princípios e boa formação cívica. Deus a ajude, e já agora ilumine os seus colegas ceguetas e covardolas. Raio que os parta.Tenho dito

    ResponderEliminar
  24. Noto em alguns comentários alguns exageros quando se fala numa etnia como um todo. Entendo que sejam julgados caso seja o caso,mas sem olhar para a sua origem, senão, é caso para perguntar de quem é a culpa? Eles simplesmente se aproveitam da impunidade do nosso sistema, que a troco sabe se lá de quê, se condena quem cumpre e se fecha os olhos a todos os abusos que esta gente pratica, ainda por cima subsidiados à custa dos nossos impostos. Mas repito; não se devem julgar só eles, muitos mais ,cometem toda uma série de atropelos como por exemplo, outras etnias que não pagam impostos ou ainda outros, que não pagam e nada para benefício da sociedade e ainda assim cometem todo o género de atropelos na maior impunidade. Claro que falo nos políticos, quem mais poderia ser? Não são eles os chicos espertos que ditam todos estes males que nos afligem. Eles são o maior flagelo do nosso país, ainda maior do que esses delinquentes que só fazem o que os deixam fazer. No estado em questão as coisas, dou os parabéns a quem tem a coragem de punir seja quem for.

    ResponderEliminar
  25. Estou muito admirado e muito contente.Gostaria de conhecer pessoalmente,a senhora Doutora juíza,para a felicitar,pela honestidade e falta de medo que teve.Neste pobre país temos pouca gente honesta e destemida.Um muito obrigado Doutora.

    ResponderEliminar
  26. Uma juíza que decide um processo de adopção em 5 minutos!

    ResponderEliminar
  27. Assim devia ser todos os juízes para isto endireitar

    ResponderEliminar
  28. Já que Português gosta de copiar o vizinho, experimentem copiar esta Dra. Aposto que desta vez Portugal fica mais limpo.

    ResponderEliminar
  29. Tiro o chapeu a esta SENHORA que tem mais tomates que certos homens juizes! A única coisa que fazem é receber o chorudo ordenado que nós lhes pagamos para tomarem decisões a favor dos prevaricadores! Devia haver mais juízes com este ponto de vista e o nosso país seria um pequeno paraíso!

    ResponderEliminar
  30. Peço em nome da liberdade e justiça que a Sra Dra se candidate à presidência da república, digo-lhe desde já que somos pelo menos 20 mil a votar em si.

    ResponderEliminar
  31. Uma Senhora de se lhe tirar o chapéu. Muito obrigado pela coragem.

    ResponderEliminar
  32. Viva a Drª Juiza Ana Gabriela Freitas... Viva o sarkozy que os pôs todos na alheta...

    ResponderEliminar
  33. Não sei não, mas uma carreira na política para esta senhora, não fazia mal nenhum a Portugal. Disse.

    ResponderEliminar
  34. Precisamos de gente assim para banir os que se dizem minorias, oportunistas de subsídios e vítimas de racismo...
    Colocá-los numa ilha deserta e deixá-los lá para sempre.

    ResponderEliminar
  35. ....Eu tenho uma ideia melhor! Seria Meter essa bicharada toda em fragatas velhas da marinha com todos os políticos corruptos e incompetentes...afunda-los com alto explosivo e fazer um novo parque subaquático...um Ocean Revival 2 ao lado do outro em frente a Portimão.. Assim teríamos mais peixes e bem alimentados!!!

    ResponderEliminar
  36. GrandeJuiza! Faz aos cobardolas dos colegas.julgou e julgou bem....Queremos cá mais juízas dessas.

    ResponderEliminar
  37. Grande juíza, era colocar essa gente numa ilha deserta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já digo ,que era coloca los num barco roto em alto mar. ...

      Eliminar
  38. Grande juíza. Ñ me considero racista e acredito q existem ciganos correctos. Todavia, a esmagadora maioria comporta-se como animais irracionais.

    ResponderEliminar
  39. Alguem mais intelogente que eu me explique por favor. Essa Sra Juiza não segue as mesmas leis que os seus colegas ?
    Se sim porque é que esses cobardes não julgam da mesma forma que esta Juiza?
    Esses coitadinhos das minorias que eles protegem em detrimento das pessoas honestas que lhes pagam os chorudos salarios que tem deviam fazer-lhes uma visitinha e roubar-lhes tudo o que tem e dar-lhes uma carga de porrada para ver se abrem a pestana e mudam de ideias, para começarem a julgar como manda a lei. Por falar nela já seriamos 20002 a votar nela.

    ResponderEliminar