Posts do momento

Controlar a comunicação social sempre foi prioridade de Sócrates

0 0




José Sócrates usou o seu amigo e advogado pessoal Proença de Carvalho para condicionar a Entidade Reguladora da Comunicação Social contra o 'Correio da Manhã'. O ex-governante exigiu a reprovação unânime do CM. Controlar a comunicação social e silenciar o jornalismo livre sempre foi a prioridade de Sócrates que mantinha aspirações de chegar a Belém, como Presidente da República.
___

Adenda em 21-02-2016:
Sócrates escolheu direcção do JN. Semanário ‘Sol’ revela conversas.

O homem certo, no lugar certo. Ou lugares certos, tanto fazia. Afonso Camões estava disposto a tudo. Ser director do ‘DN’, do ‘JN’, ou de ambos.

As escutas do processo Marquês, que este sábado o semanário ‘Sol’ revelou, não deixam dúvidas. "Era bom que eles percebessem que eu sou um joker em qualquer posição para mandar. E que também sei que um general prussiano não se amotina", dizia Camões a Sócrates, pedindo que aquele interferisse na escolha de Proença de Carvalho.

O semanário ‘Sol’ revela mais conversas. Como outra, mantida entre José Sócrates e Proença de Carvalho: "Olhe, meu caro, você precisa de um tipo que em qualquer circunstância não faça perguntas e obedeça. E olhe que não tem ninguém melhor em termos de currículo e de lealdade: é daqueles que sabem fazer as coisas."

O currículo de Afonso Camões era invejável em termos de ‘lealdade’. As mesmas escutas, agora reveladas, mostram ainda Camões a ler a Sócrates as notícias da Lusa que iriam ser escritas para desmentir o CM.

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário