Posts do momento

Cobrar pelos sacos de plástico resume-se a isto – ROUBO

0 0  ● API
Esta coisa de cobrar pelos sacos de plástico resume-se a isto – roubo. Vejamos: os 10 cêntimos cobrados por unidade são uma taxa cega, igual para ricos e pobres. Logo, quem ganha um milhão continuará a usar os mesmos sacos.




Saco-fiscal

Esta coisa de cobrar pelos sacos de plástico resume-se a isto – roubo. Vejamos: os 10 cêntimos cobrados por unidade são uma taxa cega, igual para ricos e pobres. Logo, quem ganha um milhão continuará a usar os mesmos sacos.

Quem apenas consegue um tostão vai evitar, mas terá sempre que consumir alguns, para separar o lixo, por exemplo. Isto é, ou as pessoas deixam de reciclar ou compram sacos de plástico. Mais irónico era impossível. Ou seja, outra lei que não pretende proteger o ambiente, mas somente preservá-lo para que os ricos possam destruí-lo à vontade. Senão, porque é que o imposto é aplicado apenas aos sacos com uma densidade até 55 microns (sendo que já quem faça negócio com isso)? Porque é que, em vez disto, não se proíbem os que não são biodegradáveis, simplesmente?

O governo não o faz porque prefere o fascismo fiscal – pagamos cada vez mais impostos e recebemos em troca (serviço nacional de saúde ou escola pública) cada vez menos. Enfim, nada disto é fiscalidade verde, mas apenas extorsão. E para esta burla de Estado já não há paciência. Já não há saco.

Joana Amaral Dias

Partilhe este artigo

Facebook/Portugal Glorioso

127 mil pessoas gostam disto

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários-Facebook
0 Comentários-Blogger

0 comentários blogger

Enviar um comentário