Posts do momento

11 de Abril 1357 nascia o grande D.João I

0 0


Pois é caros leitores e amantes da nossa rica História. Faz precisamente hoje 658 anos que em Lisboa nascia um belo pimpolho, fruto de uma ou várias noites de amor intenso, que em boa hora o D.Pedro I teve com uma senhora de seu nome Teresa Lourenço.

Há divergências sobre a origem desta Teresa.

Uns dão-na como sendo filha de um mercador chamado Lourenço Martins, mas há outros que a dão como galega e que veio integrada no séquito da infeliz Inês de Castro.

Inclino-me mais para esta segunda hipótese até porque já li que a Teresa na qualidade de dama, ou criada de Inês, ajudou a criar os três filhos (João, Beatriz e Dinis) desta, e de D.Pedro I.

D.Pedro I profundamente abalado com a morte cruel da sua amada Inês, pouco saía dos seus reais aposentos onde carpia as suas mágoas com imensa dor. Teresa, depois da morte da sua ama, ficou a servir D.Pedro com leal dedicação tentando minimizar tamanha dor. Ao que consta e segundo alguns historiadores, a dedicação teria ultrapassado o senso comum e passou a actos carnais, que deram origem ao tal pimpolho de que vos falo.

Abençoada dedicação!!!

Depois segue-se a história que já todos sabemos. O jovem João que chegou a Mestre de Avis, perante o descontentamento geral que havia no reino depois da morte de D. Fernando seu meio-irmão, e dado que a aleivosa Leonor de Teles se prestava a entregar-nos aos espanhóis, acicatado por muitos nobres assassina o amante da cunhada, Conde Andeiro.

Com a fuga da aleivosa de Lisboa, fica com o caminho aberto para a regência do Reino.

Seguiu-se a crise de 1383-85 mas a arte e o engenho, não só da espada de D. Nuno Alvares Pereira como da oratória de João das Regras nas cortes de Coimbra, mais o golpe final com a vitória em Aljubarrota, fizeram o resto.

E que resto!!!

Que grande Rei foi D.João I a quem o povo designou como o de "Boa Memória" e que grandes filhos, netos e bisnetos deu não só a Portugal, como a outros Reinos.

(Isabel de Castela "a católica" era sua bisneta e também trineta de D.Nuno Alvares Pereira.)

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário