Posts do momento

Método de Hondt como funciona?

0 0
Método de Hondt: onde entra a abstenção? Nulos e brancos?
A abstenção, segundo a constituição Portuguesa actual, reforça o poder dos partidos com mais votos, devido ao método de HONDT. Se os mais de 50% de Portugueses que se tem abstido, ou votado nulo e em branco, fossem votar em outros partidos sem representação parlamentar, aí sim estariam a tirar o tapete aos que se apoderaram do poder há 40 anos.




Votar contra os corruptos identificados, isso sim é que é dizer basta, é protestar contra os corruptos, é mostrar a indignação contra os piores.
O país é o retrato dos portugueses, logo todos somos responsáveis pela situação actual de impunidade, todos conhecemos os criminosos dos vistos Gold? do BES? dos Pandur? do BPN? do TGV? Das PPP, das rendas da EDP, das Swaps? dos submarinos? E ainda nos abstemos de votar contra eles? De os punir? De eliminar do poder os partidos que albergam essas personagens, responsáveis pelos maiores crimes cometidos contra o país e o povo!! Para nós é indiferente??!!!

Na nossa constituição nada consta sobre a abstenção, pois o assunto fica arrumado com o artigo 152, da lei eleitoral, (na imagem em cima), estabelece que independentemente do numero de abstencionistas o partido que vencer, nem que seja por mais um voto do que o partido opositor é o vencedor, não interessa se votaram 90% dos eleitores ou 10%. O método de hondt, serve exactamente para dividir os votos e os "não votos" pelos partidos, proporcionalmente com a percentagem de votos adquiridos na prévia votação!!!!
O método de "hondt", existe para EVITAR que fiquem cadeiras de deputados por preencher, se a população elegeu 50 deputados mas existem cadeiras para 100 como fazer? Se queremos protestar contra PSD\CDS\PS\etc, temos que ser objectivos e fazer algo que os penalize na prática e a única forma é o voto válido contra eles.

Se a abstenção correspondesse a cadeiras vazias na assembleia, ainda poderia ponderar-se não votar, mas não... esses lugares vazios são distribuídos pelos partidos mais votados, os que têm máquinas partidárias mais poderosas... e as máquinas partidárias representam pelo menos 30% de votos... Nas eleições que elegeram Cavaco Silva como presidente, a abstenção foi superior a 50% e ele ganhou com maioria absoluta com apenas 23% dos votos reais... 77% dos portugueses não votaram nele, e no entanto ele foi eleito presidente da republica com MAIORIA ABSOLUTA!

Temos o caso mais recente da Madeira, em que o PSD obteve uma percentagem de votos maior apesar de ter tido menos 15.000 votos, graças ao aumento da abstenção.
Querem protestar contra o regime, contra a democracia representativa, contra a corrupção, então votem nos partidos pequenos e mais recentes que não querem corrupção que querem democracia participativa e mudar o regime. Porque não haver 20 partidos com 5 %? Na Itália já foi assim na época pre-Berlusconi e a Itália funcionava.
Se houver abstenção elevada, mais facilmente ofereceremos uma maioria absoluta ao PSD/CDS com cerca de 15-20% dos votos. Basta fazer as contas...Quanto menos votos válidos, mais facilmente os grandes partidos obterão grandes percentagens... Se votarem mil, serão precisos 501, se votarem 100 são precisos 51... É simples...

Temos que tomar decisões conscientes das consequências, não votar não é não participar ou não colaborar com os corruptos, é precisamente colaborar com os corruptos. Basta pensarem. Se a abstenção for elevada quem vai ser eleito? O PS OU PSD. Todos sabemos a resposta, então porque nada fazemos para mudar isso? Se todos votassem contra os políticos e partidos identificados como corruptos, talvez após Outubro, quando perdessem as maiorias, muitos deles estariam presos. Porque as coligações e as maiorias garantem IMUNIDADE PARLAMENTAR. fonte:zita paiva

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
0 Comentários Blogger
Comentários Facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário