Posts do momento

Não há leis que impeçam este abuso? - Deana Barroqueiro

0

A praga dos call-center do MEO e dos "números privados"


Recebo pelo menos quatro chamadas diárias no meu telemóvel, por vezes acrescidas de várias outras em mais 2 telefones fixos. O castigo repete-se durante semanas, por mais que diga que já tenho os serviços todos e que estou satisfeita, rogo-lhes delicadamente que façam uma nota de que já me contactaram 3 vezes nesse mesmo dia. Não interessa, voltam a chamar horas depois,mesmo passando das 9 horas da noite.

É verdadeiramente infernal. Como deixo de atender sempre que vejo um "número privado", passadas 2 ou 3 semanas começam com o meu marido, outras vezes somos os dois massacrados ao mesmo tempo.

Não conseguimos impedir-lhes o acesso aos nossos telefones. A única saída é não atender, sempre que aparece um número privado, com risco de perder telefonemas relacionados com o meu trabalho.
Considero isto uma violação da minha privacidade e uma violência, por muito que compreenda que quem faz as chamadas são trabalhadores que obedecem a ordens ou perdem o trabalho que é mal pago.

Mas não há regras para as empresas que recorrem a esta estratégia agressiva e brutal para o cidadão? Não há leis que impeçam este abuso? Esta gente está acima da lei?

Alguém conhece um meio para me livrar deste inferno? Se souberem AJUDEM-ME!

Deana Barroqueiro

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários facebook