Posts do momento

«Cartão do Cidadão como discriminação de género é de mestre»

0 0


O Bloco de Esquerda apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução para mudar o nome do Cartão do Cidadão para Cartão de Cidadania. O diploma defende que a actual designação deste documento “não respeita a identidade de género de mais de metade da população portuguesa”.

No projecto de resolução, que já foi entregue na Assembleia da República, os deputados do BE defendem que a “designação não deve ficar restrita à formulação masculina, que não é neutra, e deve, pelo contrário, beneficiar de uma formulação que responda também ao seu papel identificação afectiva e simbólica, no mais profundo respeito pela igualdade de direitos entre homens e mulheres”.
fonte: http://www.ionline.pt/

* * * * *
O humorista José de Pina comentou no seu facebook:
"Tenho de dar os parabéns ao Berloque de Esquerda. Pensei que tivessem esgotado a imaginação, mas esta do Cartão do Cidadão como discriminação de género é de mestre. A partir de agora vale tudo. Por exemplo: Esse futuro cartão não deve ter o nome da pessoa, porque isso identifica-o logo no seu género sexual. Eu sei que há muitos homens que têm Maria no nome, e outros que gostavam de ser mesmo uma Maria. Mas se nesse cartão não vier o nome, tudo fica igual e justo. Somos apenas números. Mas atenção, cuidado com os números, porque existem os pares e os ímpares. Ainda há muito trabalho a fazer no Berloque de Esquerda nestes temas patológicos."

José Ribeiro e Castro também comentou:
"Coisas verdadeiramente importantes. Ainda bem que há quem cuide de nós com tanto desvelo. Uma dúvida: quanto custará trocar 10 milhões de Cartões de Cidadão, perdão, cala-te língua, Cartões de Cidadania?"

veja: Ricardo Araújo Pereira goza com o Bloco Esquerda

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
0 Comentários Blogger
Comentários Facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário