Posts do momento

Pesadelo: Portugal é líder do aumento da carga fiscal

0 0

A introdução do crédito fiscal em 2015 tirou progressividade à tributação do trabalho, segundo a organização.

Num relatório sobre reformas fiscais em 2015 divulgado esta quinta-feira, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) conclui que, o aumento da carga fiscal para os trabalhadores com baixos rendimentos cresceu perto de 1,5% em Portugal entre 2014 e 2015, liderando a tabela, enquanto na Áustria (a segunda maior subida) ficou perto de 1% e no Luxemburgo (terceira maior subida), que a OCDE também destaca, pouco acima de 0,5%.

“O aumento da carga fiscal sobre os trabalhadores com baixos rendimentos foi particularmente elevado em Portugal, onde o sistema de crédito fiscal foi tornado menos progressivo”, afirma a OCDE no relatório divulgado.

Segundo a organização sediada em Paris, Portugal ocupa também os primeiros lugares da tabela (é quarto) entre os países que mais aumentaram o peso dos impostos no produto interno bruto (PIB) entre 2010 e 2014, em linha com a Grécia, com uma subida de perto de 4 pontos percentuais. Apenas a Dinamarca e a Islândia registaram aumentos superiores, entre os 5 e os 5,5 pontos percentuais.

Jornal Económico

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário