Posts do momento

Na política nacional estamos cheios de casados, primos e cunhados

0 0



TUDO EM FAMÍLIA

Na política nacional, os vínculos mais fortes não são os ideológicos, ou sequer partidários. São os familiares. No governo, Parlamento e na alta administração pública, estamos cheios de casados, primos e cunhados.

Os exemplos são inúmeros. O ministro Eduardo Cabrita é casado com Ana Paula Vitorino, que também integra o governo. Já Vieira da Silva, ministro da segurança social, é pai da secretária de estado adjunta, Mariana Vieira da Silva.

Ainda no actual executivo, o secretário de estado Waldemar de Oliveira Martins é filho de Guilherme Oliveira Martins, ex-Presidente do Tribunal de Contas, actual presidente do Conselho Fiscal da Caixa; este é cunhado de Margarida Salema, que preside à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos e é irmã da deputada Helena Roseta, casada com o ex-ministro Pedro Roseta, que é cunhado do também ex-ministro António Capucho.

No Parlamento, os exemplos de consanguinidade são às dezenas: Luís Meneses, filho de Luís Filipe Meneses, Nuno Encarnação, filho do ex ministro Carlos Encarnação e os deputados Candal, pai Carlos e filho Afonso, ambos do PS. A que se juntam Paulo Mota Pinto filho do anterior primeiro-ministro Mota Pinto e da provedora da Santa Casa da Misericórdia, Fernanda Mota Pinto. Clara Marques Mendes, deputada, é filha e irmã de dois outros Marques Mendes, António e Luís. António foi eurodeputado, Luís ministro e líder parlamentar. O exemplo familiar mais exótico nos dias de hoje é constituído pelas gémeas Mariana e Joana Mortágua.

Paulo Portas, ex ministro e líder do CDS, primo do todo-poderoso socialista Jorge Coelho, é filho do ex secretário de Estado Nuno Portas e enteado de Manuela de Melo, ex-deputada do PS. A socialista Elisa Ferreira, administradora do Banco de Portugal, é casada com Freire de Sousa que preside à Comissão de Coordenação do Norte. O ex-Secretário de Estado de Passos Coelho João Taborda da Gama é filho do socialista Jaime Gama, antigo presidente do Parlamento.

O ex ministro das Finanças Vítor Gaspar é primo de Francisco Louçã, líder histórico do Bloco de Esquerda. Este é cunhado de Correia de Campos, ex ministro da saúde do PS. António Campos, ex-ministro, é pai de Paulo Campos, deputado…

Esta é uma lista interminável. No acesso ao poder, o que emerge, em primeiríssimo lugar, são os laços de sangue.

Partilhe este artigo

Portugal Glorioso 124 400 gostos
pessoas partilharam isto
Post Anterior
Prev Post
Post Seguinte
Next Post
comentários FB
0 comentários Blog

0 comentários

Enviar um comentário