Posts do momento

«Acho um absurdo a indignação que por aí vai com a tolerância de ponto»

0 0  ● API



Não sou católica, pugno pela laicidade e nasci a 13 de Maio.
Feita esta declaração de interesses, acho um absurdo a indignação que por aí vai com a tolerância de ponto concedida a 12/05. As pessoas que estão tão incomodadas com isso deviam também pedir ao governo que rasgue a Concordata, termine com os demais feriados religiosos (25 de Dezembro e Páscoa inclusive) ou mesmo que só goze o feriado 25 de Abril quem for pelos cravos (Teresa Leal Coelho, já foste).

Não simpatizo nadinha com o culto mariano sequer mas, convenhamos, para a generalidade dos católicos portugueses o dia de Fátima (ainda para mais em centenário com Papa) é um dia muito mais importante do que muitos outros feriados religiosos (por exemplo, entre ontem e hoje perguntei a vários católicos se sabem o que é o 15 de Agosto e raspas).
Claro que este ano, ainda para mais sendo a tolerância a uma sexta, António Costa quer mais uns pontos de popularidade. Mas também não é daí que chegará um milagre.

Joana Amaral Dias

****
Recorde-se que a deputada socialista Isabel Moreira, através do facebook, criticou a decisão do Governo de decretar tolerância de ponto nos serviços públicos a 12 de Maio, dia em que o Papa Francisco chega a Portugal para o centenário das Aparições de Fátima. A deputada considera que a decisão revela sinais de "imaturidade do regime".



Nuno Moreno  Como já referido, temos um Estado laico, um Governo socialista e, até, de maioria de esquerdas, como nunca existiu no pós-25 de Abril, mas uma população com credo religioso católico, se não maioritário, bastante significativo, e com lastro histórico-cultural que não é de menosprezar. Assim, o Governo demonstra que, ao invés de seguir a sua cartilha ideológica, e de se agarrar ao principio absoluto da laicidade do Estado, optou por respeitar, tolerar, e mostrar boa-vontade, é dizer, conceder, para com uma parte da população portuguesa e da nossa história e cultura, o que, a meu ver, é de aplaudir, e mostra, ao contrário do apregoado neste post, uma maturidade politica acima da média.
(comentário no post de Isabel Moreira)

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
comentários
0 comentários

0 comentários blogger

Enviar um comentário