Armando Vara goza férias, goza com um Estado de Direito que não se dá ao respeito - Portugal Glorioso

Armando Vara goza férias, goza com um Estado de Direito que não se dá ao respeito

 ●

Um Estado de Direito que não se dá ao respeito




48 MESES DE IMPUNIDADE!
Em 2014, Armando Vara foi condenado a cinco anos de PRISÃO EFECTIVA, por corrupção. Mas continua à SOLTA.

Condenado em Primeira Instância, recorreu para a o Tribunal da Relação do Porto. A Relação confirmou a decisão. E nada aconteceu. Recorreu para o Tribunal Constitucional. O Constitucional também não lhe deu razão. E nada aconteceu.

Armando Vara ludibria a Justiça. E goza: goza férias, goza com a Justiça, goza com um Estado de Direito que não se dá ao respeito.

Continuaremos, a repetir este post - quinzenalmente. Até que a Justiça funcione, efectivamente.

Paulo de Morais

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários