Campeões da Promiscuidade - Luís Amado - Portugal Glorioso

Campeões da Promiscuidade - Luís Amado



Campeões da Promiscuidade e do Tráfico de Influências (V)

LUÍS AMADO: Foi ministro da Defesa e dos Negócios Estrangeiros de Portugal. Aproveitou o embalo e presidiu ao Banif, que deixou falir e entregar de mão beijada aos espanhóis do Banco Santander. Apadrinhou, enquanto diplomata, a entrada dos governantes corruptos da Guiné Equatorial na Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Vai agora para chairman da EDP, ao serviço do Estado Chinês. Serve espanhóis, guinéu-equatorianos ou chineses. Quando Ministro dos Estrangeiros, aprendeu a fazer negócios (privados) com estrangeiros. Amado: mal-amado pelos portugueses, mas bem-amado pelos interesses económicos estrangeiros.

Paulo de Morais

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários