«Angola está num beco sem saída» Paulo Morais - PG

«Angola está num beco sem saída» Paulo Morais

 ● 12/01/20
O povo angolano, esse, continuará na miséria, sem usufruir das riquezas que lhes pertence. Angola está num beco sem saída.


Isabel dos Santos admite ser candidata à presidência de Angola. A empresária e filha do antigo presidente José Eduardo dos Santos considera que está a ser objeto de perseguição judicial em Luanda para ser neutralizada politicamente. O Tribunal de Luanda arrestou as suas contas bancárias e as suas participações em empresas por considerar que os seus negócios prejudicaram o Estado mais de mil milhões de euros. Vitor Gonçalves entrevistou Isabel dos Santos em Londres. (RTP)

ANGOLA: UM PAÍS, DOIS ESTADOS que se digladiam, um POVO POBRE E NA MISÉRIA.

Há dois Estados em Angola. Um Estado que gira em torno da histórica Sonangol, liderado por Manuel Vicente - que inclui o Presidente João Lourenço, o governo em funções, o banqueiro Álvaro Sobrinho, os seus parceiros chineses e os governantes portugueses.

Um outro é dominado pelo ex-Presidente Eduardo dos Santos, a maioria do MPLA, a própria Isabel dos Santos e os seus amigos russos. Estes grupos irão digladiar, lutar pela supremacia no uso e abuso dos recursos naturais de Angola.

O povo angolano, esse, continuará na miséria, sem usufruir das riquezas que lhes pertence, no grupo dos países com a maior mortalidade infantil no mundo, passando fome, sem presente e - pior! - sem esperança no futuro. Angola está num beco sem saída.

Paulo de Morais

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Post Seguinte
Next Post