Posts do momento

Ninguém explica o despedimento de 150 jornalistas da Controlinveste

0 0


Ninguém explica o despedimento de 150 jornalistas da Controlinveste.

Vamos à história.
Euro 2004.
A Olivedesportos estava em situação da falência. O seu principal credor era o BES e BCP.
Com a ajuda do Euro2004, a FPF e o BES beneficiaram não só a Olivedesportos como a Agência de Viagens Cosmos com contratos de exclusividade e foi dado um novo fôlego ao grupo de Joaquim Oliveira.

Entramos então na era Sócrates, mas apesar da situação ainda precária do grupo JO, Sócrates recebe a notícia de uma sondagem que lhe dava a maioria nas legislativas. Um grupo liderado por Armando Vara avançou com o apoio da banca para que o grupo liderado por JO comprasse o grupo Lusomundo por mais de 300 milhões de euros e todo este grupo de Comunicação Social se transformasse num apoio directo ao Governo Sócrates.

Durante 9 anos Joaquim Oliveira não pagou um único tostão ao BCP entidade que lhe fez o crédito dos 300 milhões, nem sequer juros e também ninguém lhos pediu. Sócrates caiu e o grupo de Joaquim Oliveira também entrou em queda, mas mesmo sem um tostão pago do crédito de 300 milhões, a Controlinveste foi vendida a grupo angolano e o resultado é aquele que se está a ver.
Uma vergonha.

Marinho Neves



Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
0 Comentários Blogger
Comentários Facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário