Posts do momento

Canal de Corinto

0 0
O canal de Corinto é possivelmente uma das obras de engenharia mais espectaculares do mundo após o Canal do Panamá, não só por sua beleza e tamanho como por sua impressionante e milenar história. É um canal escavado sobre a rocha do istmo de Corinto no final do século XIX, e conta com uma altura de mais de 40 metros e uma extensão de 6,3 quilómetros de comprimento.





O canal de Corinto consegue cortar efectivamente um país ao meio ao separar à região grega do Peloponeso da Hélade -a Grécia continental-. No momento de ser finalizado, em 1983, trouxe um grande benefício económico à região, já que criava uma via marítima entre as águas do golfo de Corinto com as do mar Egeu permitindo assim aos navios mercantes encurtar sua viagem em mais de 400 quilómetros.

O mais interessante desta obra é que há quase três mil anos imperadores e generais vinham sonhando criar o canal só para ver suas tentativas demolidas pela enorme extensão da tarefa. O primeiro governante que tentou fazê-lo foi Periandro, o tirano ao redor do ano 630 a.C., que abandonou o projecto aos poucos e conformou-se em construir uma série de rampas marítimas nos arredores.


PG


O segundo em tentá-lo foi Demétrio I da Macedônia, que no terceiro século d.C. tentou criar uma linha de comunicação entre ambos os pontos geográficos; abandonando o projecto depois que um erro de cálculos por parte de seus engenheiros fez com que acreditasse que tal obra inundaria toda a região.

O próximo foi o imperador Nero, que fiel a seu estilo demente, viajou para a região e com uma enxada começou a cavar até encher uma canastra inteira com solo do istmo -tentem imaginar a cena de um afectado imperador romano escoltado por sua guarda pretoriana, vestido com toga púrpura e coroa de louros de ouro, atolado até os tornozelos no barro cavando o solo para animar seu exército de escravos recentemente capturados em sua guerra contra os judeus para cavar a terra visando partir um país ao meio-. Conquanto muito possivelmente poderia ter construído o canal, dada a quantidade de recursos que dispunha, Nero morreu pouco tempo depois e o projecto foi abandonado por seu sucessor. Curiosamente algumas das tarefas realizadas pelos engenheiros de Nero, como os eixos para estimar a qualidade do solo e o traçado do próprio canal, serviram aos trabalhadores que no final do século XIX concluíram a tarefa. De fato, o canal original segue o curso do canal traçado por Nero.
fonte: http://www.mdig.com.br/?itemid=13228



Neste vídeo, Robbie Maddison realiza o maior salto de moto, até à data, sobre o Canal Corinto mais de 278 pés (84 metros) 

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

0 comentários blogger

Enviar um comentário