Compras do Estado: «Não façam dos portugueses estúpidos» Paulo Morais

Compadrio nas compras do estado

"Estes ajustes directos, além de ilegais, são imorais e são imperdoáveis"

Paulo Morais em conversa com o jornalista Carlos Narciso

Paulo Morais em conversa com o jornalista Carlos Narciso, a propósito dos escandalosos ajustes directos ilegais, contratados pela Direcção Geral de Saúde.

"Eu não suspeito de compadrio. Eu tenho a certeza que há compadrio. Não façam dos portugueses estúpidos" - Paulo Morais

Em poucas semanas, dezenas de milhões de euros em ajustes directos, sem concurso público, devido à urgência no combate à pandemia. Nem sempre livres da suspeição de corrupção, como diz Paulo Morais que dá o exemplo de alegado favorecimento a uma empresa farmacêutica de Sintra propriedade de João Cordeiro, empresário do sector farmacêutico que foi candidato do PS à Câmara de Cascais.

video:


Enviar um comentário

Com tecnologia do Blogger.