Posts do momento

22 de Abril de 1500 - Descoberta do Brasil

11 11

Uma nossa leitora, Karim C L Ribeiro, fez-nos uma chamada de atenção por este blogue ter deixado passar em branco a data do dia 22 de Abril, precisamente a data da descoberta (achamento?) do Brasil.

Vamos lá então aprofundar um pouco o assunto.


Se qualquer Professor perguntar numa aula de história aos seus alunos quem descobriu o Brasil, a resposta politicamente correcta será; D.Pedro Alvares Cabral  no dia 22 de Abril de 1500. Mas há quem ainda ponha certas reticencias... 
Pensa-se, e há relatos e factos que nos levam a esses pensamentos, que já alguns anos antes os portugueses teriam chegado a essa terra maravilhosa, mas, por razões de Estado, se guardou segredo. 

O Príncipe Perfeito João II, era exímio a esconder o nosso pecúlio marítimo, ante a cobiça dos espanhóis que nos andavam sempre a morder os calcanhares... A escassez de população nessa época para ocupar tão grande território, seria também uma das razões. 
E o mesmo sucedeu, quando D.Manuel I e o seu filho D.João III mantiveram em segredo a descoberta da Austrália,  que foi mapeada em 1520 por Cristóvão Mendonça. Não cabe na cabeça de ninguém que, uma vez chegados a Timor em 1512, não tropeçássemos naquele tamanhão de território Australiano que ficava mesmo ali ao virar da esquina. Logo nós.  - (veja aqui: Austrália descoberta por portugueses em 1522)

Mas voltando à descoberta do Brasil, note-se que o Tratado de Tordesilhas em 1494 - praticamente "gizado" por D.João II, poderemos constatar que o nosso astuto Rei, já sabia da existência das terras de Vera Cruz e, por isso, desviou os espanhóis para outras paragens... ou para outros portos, melhor dizendo.


Dizem-nos alguns historiadores, que o navegador português Duarte Pacheco Pereira teria chegado ao Maranhão e Pará, em 1498. Que teria visitado a ilha do Marajó e a foz do rio Amazonas. Tal hipótese é fundamentada numa interpretação do manuscrito cifrado "Esmeraldo de situ orbis", de autoria do próprio Duarte Pacheco Pereira.

Mas há ainda outros historiadores, a assegurarem-nos que este Cosmógrafo e navegador - que chegou a capitanear a feitoria de S.Jorge da Mina, teria estado nas costas do Brasil por alturas de 1487, e terá sido esse conhecimento, o principal ingrediente usado no tal "gizado" com que nosso Príncipe Perfeito serviu em Tordesilhas, a "caldeirada" à sua prima Isabel Católica e ao seu Ilustre consorte, D. Fernando de Aragão.

Portanto, o Brasil foi oficialmente descoberto por Pedro Álvares Cabral em 22 de Abril de 1500 que, ao comando de 13 caravelas, partiu do Restelo a 9 de Março com destino à Índia (a partida estava aprazada para o dia anterior mas a calmaria de ventos não o permitiu) como muito bem nos relatou Pedro Vaz de Caminha na sua famosa carta, que em "correio expresso" Gaspar de Lemos trouxe até Lisboa para gáudio e contentamento de D.Manuel I o Venturoso. Mas não podemos descartar também outros autores em datas anteriores desse faustoso acontecimento.

O que é importante, é realçar os Portugueses que souberam manter e alargar esse enorme pedaço de chão - que é maior que todos os restantes da América do Sul juntos - deixando dessa forma em 1822 aquando do grito do Ipiranga, uma bela herança territorial a todo o bom povo Brasileiro que foi complementando a nossa língua portuguesa ao longo destes 500 anos, numa sucessão linguística inigualável com uma reconhecida doçura e graciosidade.

VIVA O BRASIL ! VIVA PORTUGAL !

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Próximo Post
Next Post
comentários blogger
comentários facebook

11 comentários blogger

  1. Sou brasileiro e fico bastante decepcionado com nossa falta de memória e história.. o dia 22/04 passou despercebido pela ENORME maioria da população.. nada nas TVs, rádio, jornal... e vejam que foi um enorme feriado, que juntou Páscoa, Tiradentes e São Jorge.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os seus conterrâneos andam agora mais preocupados com o Mundial. É natural que assim seja.
      abraço

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  2. 27 de Junho de 2014 - ANIVERSÁRIO DE 8 SÉCULOS DA LÍNGUA PORTUGUESA - É triste, pois em 2009, aproveitando o mediatismo que há nesta Copa, registrei na Sociedade Portuguesa de Autores de Portugal a "datação" simbólica da língua portuguesa, via o Testamento de D. Afonso II, de 27 de Junho de 1214. - Ora, como se sabe 27-6-2014 foi o primeiro intervalo da Copa, neste dia não houve jogo. - Será que é porque a língua oficial do pais anfitrião - o Brasil, fez aniversário de 800 anos? - Pergunto: o que é que o Brasil e Portugal, países que respiram ar & futebol fizeram pela língua portuguesa, nesta data - NADA! - Pois é, MIOPIA total do governo luso-brasileiro em não aproveitar o mediatismo planetário que uma Copa representa. - Fiz, e continuarei a fazer a minha parte - promover a língua portuguesa como a única língua capaz de ser universal. - Sugiro que se veja esta entrevista: ‪http://www.youtube.com/watch?v=aisI7SEry4c - e que se ouça este áudio de 2010 - ‪http://www.youtube.com/watch?v=g43iGYQTglo&feature=relmfu

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As suas elogiosas palavras (que não mereço) só me dão mais responsabilidade.
      Abraço

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Erros? Onde estão? Não os vi.
      Se gosta de história tanto como eu, não deixe de ler às 21 horas um post sobre Isabel a Católica, porque há lá muita História de Portugal...e da boa.
      abraço

      Eliminar
  5. O MARCO DE POSSE ESTAVA EM TOUROS E AGORA SE ENCONTRA NO FORTE DOS REIS MAGOS NA EPOCA QUE LA FUI AINDA NÃO ME LIGAVA MUITO NISSO ENTÃO PERDI UMA GRANDE OPORTUNIDADE PRA VE-LO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OS PORTUGUESES CALCULAVAM BEM AS COISAS COMO SE JA TIVESSEM DADOS ANTERIORES DOS PACHECOS QUE FORAM ROUBADOS POR OUTROS PORTO SEGURO POR FICAR NA COSTA LESTE CENTRAL E TOUROS POR FICAR NA DIVISA DA COSTA NORTE E LESTE

      Eliminar
    2. E AMBAS AINDA OBEDECEM A CANTINO

      Eliminar