Caravelas, Naus e Galeões Portugueses - Choque tecnológico séc XVI - Portugal Glorioso

Caravelas, Naus e Galeões Portugueses - Choque tecnológico séc XVI

3  ● API
Documentário (47 min) que desvenda um mistério com 500 anos, dando a conhecer a razão pela qual as caravelas criadas pelos Portugueses são hoje comparadas a modernos 'space shuttle'. O impacto desta inovação transformou Portugal na principal potência marítima e económica do século XVI.


Mas quando se lê um livro de História espanhol, inglês, francês ou holandês, as referências ao papel desempenhado pelos portugueses na época dos descobrimentos são insignificantes. Por essa razão quisemos saber a opinião dos melhores historiadores mundiais e os resultados foram surpreendentes. "Caravelas e Naus" ficou em 1º lugar entre 62 documentários num concurso do Discovery Channel, tendo sido emitido em vários continentes.

Portugal, nos séculos XIV, XV e XVI, foi o primeiro a iniciar a idade da descoberta, um século antes de Espanha e dois séculos antes de Inglaterra e Holanda.

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Post Seguinte
Next Post
Facebook
3 Blogger

3 comentários blogger

  1. Pois é, minha querida! tem razão porque foi uma Geração de Valentes e INTELIGENTES Analfatetos, PORTUGUES quem descobriu 2 / 3 e ensinou e mostrou a Inovação de Navegar ao Mundo e não o contrário. Por isso, a pergunta aonde é que está o ERRO e quem é que precisa de estudar + 1 bocadinho... quem...?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou plenamente de acordo que foram os Portugueses que descobriram o mundo, até o mundo inteiro e não só 2/3. Também foram os Portugueses que inovaram/inventaram a construção das caravelas, naus, etc. O que não entendo é a sua má educação perante a mim, porque certamente não sou a sua querida, e sobretudo quando o erro está claramente lá e só as pessoas que não estudaram nem o mínimo da historia das descobertas é que não reparam nele de imediata.

      Eliminar
  2. Blablablabla... antes dos portugueses, outros exploradores chegaram a outras zonas do mundo, como Marco Polo (um dos primeiros europeus a chegar à China), os Vikings (que chegaram à América) e o almirante chinês Zang He (que viajou à Índia e explorou a costa oriental africana). Além disso, se não fossem os chineses e os árabes, que nos legaram a bússola e o astrolábio), os europeus não teriam ido longe.

    ResponderEliminar