Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses



Portugal, o país que mais contribuiu para o conhecimento geográfico da Terra. No espaço de um século, descobriu e explorou cerca de dois terços do mundo desconhecido.


Sabia que dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses? Provavelmente não sabe, mas é verdade. Foram os primeiros a chegar, trazendo novas de sítios desconhecidos que se julgavam inalcançáveis.

Investigaram. Experimentaram. Desbravaram, deixando o testemunho da sua presença. Desenharam mapas. Elaboraram os primeiros documentos escritos. Ajudaram ao nascimento de novos países.

Materializaram o sonho e modificaram a noção de distância. Fizeram crescer o comércio e o conhecimento científico. Em menos de 100 anos mudaram o mundo. A esse mundo deram novos Mundos. Anteciparam a História. Foram os primeiros cidadãos do mundo. E se mais mundo houvesse, lá teriam chegado.

E se mais mundo houvera, lá chegara. — Camões, 'Os Lusíadas'


Rotas e Descobertas dos Exploradores portugueses, Séc. XV e XVI.

  • Cabo Bojador - 1434
  • Equador - 1471
  • Cabo da Boa Esperança - 1488
  • Índia - 1498
  • Brasil - 1500
  • China - 1513
  • Austrália -1522
  • Califórnia - 1542
  • Japão - 1543
  • Nova Zelândia - 1550

Cabo Bojador - 1434

Gil Eanes transpõe o cabo Bojador (27º latitude Norte – Sara Ocidental) até então considerado como limite convencional do mundo.

Equador - 1471

1471/72 - João de Santarém e Pero Escobar descobrem as ilhas de S. Tomé e Príncipe e Ano Bom, explorando a costa africana até à foz do rio Niger, levando como pilotos Martim Fernandes e Álvaro Fernandes, avançaram até à Mina (a Elmina dos Ingleses). Primeiros navegadores europeus a passar a linha do Equador.

Cabo da Boa Esperança - 1488

Bartolomeu Dias descobre a passagem do Sueste, a África do Sul e o cabo da Boa Esperança. Desembarque na angra de S. Brás, Mossel Bay, 3 de Fevereiro e exploração da costa até ao rio do Infante (Gret Fish River).

Pero da Covilhã visita Cananor, Calecute e Goa na Índia (1488), Sofala, na costa oriental africana (Moçambique, 1489 e interna-se na Etiópia (1491).

Índia - 1498

1497/1499 – Viagem de Vasco da Gama à Índia. Chegada à Terra do Natal (25 de Dezembro de 1497, a Mombaça (7 de Abril de 1498), e a Calecute (20 de Maio de 1498). Regresso a Lisboa (Agosto e Setembro 1499).

Brasil - 1500

09 de Março de 1500: Partida de Lisboa da esquadra de Pedro Álvares Cabral, composta por treze navios com destino à Índia para aí estabelecer relações comerciais com os reinos locais.

22 de Abril de 1500: Descoberta oficial do Brasil, Vera Cruz, por Pedro Álvares Cabral quando seguia com a armada a caminho da Índia. (ver: História Concisa do Brasil).

China - 1513

Jorge Álvares chega à China (foz do rio Cantão).

Austrália - 1522

Cristóvão de Mendonça e Gomes Sequeira chegam ao continente australiano.
Segundo a agência de notícias Reuters, foi encontrado um novo mapa que prova que não foram os ingleses nem os holandeses que descobriram a Austrália, mas antes os navegadores portugueses. (ver aqui: Austrália descoberta por portugueses).

Califórnia - 1542

João Rodrigues Cabrilho, capitão português ao serviço de Espanha, explora a costa da Califórnia.

28 de Setembro 1542:
João Rodrigues Cabrilho, ao serviço de Espanha, saindo do porto mexicano de "Manzanillo", 90 dias depois de explorar o litoral setentrional da chamada "Nova Espanha", costa Oeste da América do Norte entrou numa grande baía a que deu o nome de S. Miguel, actual S. Diego, Califórnia.

Navegou ainda mais para Norte, vindo a falecer volvidos três meses numa ilha da região a 3 de Janeiro de 1543 aparentemente devido a uma infecção resultante da fractura dum braço.

Japão - 1543

Segundo o cronista Fernão Mendes Pinto, em 1543, Francisco Zeimoto, António Mota e António Peixoto foram os primeiros portugueses a atingir o Japão no dia 23 de Setembro.

Nova Zelândia - 1550

O português João Fernandes, ao serviço dos Reis espanhóis, descobriu oficialmente a Nova Zelândia.

tropicalia, edição e adaptação: Portugalglorioso.

Adenda:

Respondendo ao comentário: Já tudo existia, nada foi descoberto.
Pois bem, quando se descobre um planeta, esse planeta já existia, já lá estava. O mesmo se passou nos Descobrimentos portugueses: Trouxeram novas de sítios desconhecidos. Desenharam mapas. Elaboraram os primeiros documentos escritos. Ajudaram ao nascimento de novos países.


O que se quer existe - só que está coberto. Por isso se chama à busca feita pelos portugueses Descobrimentos. — Agostinho da Silva

3 comentários

  1. Há sempre quem pense que sabe mais que os demais. Há sempre pessoas com ideias destrutivas e que que ser pequenino, medíocre é melhor.

    ResponderEliminar
  2. LEGAL ATÉ A CALIFORNIA O QUE SEI É QUE HÁ MUITAS TOPONIMIAS PORTUGUESAS MESMO DE LOCAIS QUE FORAM TOMADOS PELO CANAL E OUTROS O MAGALHÃES ATÉ TEVE UMA SONDA O HOMENAGEANDO EM VENUS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TAMBEM TINHA UM LUGAR DA OCEANIA QUE VI NUM MAPA COM TOPONIMIA PARECIDA COM O PORTUGUES E FUI OLHAR E FOI MESMO DESCOBERTA POR TUGAS (NÃO LEMBRO SE A SERVIÇO DE ESPANHA OU PORTUGAL) MAS ELES ATRIBUEM A ETIMOLOGIA A IDIOMAS NATIVOS MAS É MUITA COINCIDENCIA PARECER UMA PALAVRA PORTUGUESA

      Eliminar

Seja bem-vinda a opinião que vier por bem.

Com tecnologia do Blogger.