Paulo Morais responde ao Governo que diz não ter dinheiro para os enfermeiros

Paulo Morais responde ao Governo que diz não ter dinheiro para os enfermeiros

 ● 20/01/19
O Governo, que encetou uma estratégia persecutória contra esta classe profissional, diz que não tem 140 milhões para cumprir as suas reivindicações.



ENFERMEIROS: Há uma classe profissional que luta, com os meios legais de que dispõe, para ter um salário condigno, compatível com a importância que tem no SNS. O Governo, que encetou uma estratégia persecutória contra esta classe profissional, diz que não tem 140 milhões para cumprir as suas reivindicações.

Mas, Dr. António Costa, eu digo-lhe onde pode ir buscar esse dinheiro ao Orçamento de Estado: aos mil e duzentos milhões a mais que está a pagar este ano pelas Parcerias Público-Privadas rodoviárias, aos mais de cinco mil milhões que pensa gastar em obscuras "acções e participações", aos mil e setecentos milhões que tem para tapar os buracos criados pela corrupção na Banca. Em síntese, pode deixar de continuar a engordar os empresários do regime e passar a pagar a dignidade dos enfermeiros.
Paulo de Morais (face)

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post