Novo Banco. Ficámos com o pior dos mundos - Susana Peralta



Susana Peralta analisa a polémica venda de imóveis do Novo Banco.
O Novo Banco, o Fundo de Resolução, e o triste destino dos nossos euros. Parcos euros, e mal empregues. O "jogo de palavras" do Novo Banco explicado por uma economista.

"Isto sou eu, há duas horas, a falar do Novo Banco na SIC Notícias. Sobre como nos enganam com frases com esta do “Comunicado do fundo de resolução sobre o pagamento ao Novo Banco ao abrigo do acordo de capitalização contingente”, de 24 de maio de 2018: “O pagamento foi realizado após a certificação legal de contas do Novo Banco e após a conclusão dos procedimentos de verificação necessários, dos quais resultou a confirmação de que estavam verificadas as condições que, nos termos do contrato, determinam a realização do pagamento”.

A venda de imóveis de que hoje se fala ocorreu em 2017 e portanto as condições que estavam assim tão definitivamente verificadas em maio de 2018 devem incluir o dito negócio. Só que agora afinal o PM mandou para a PGR, portanto parece que há dúvidas quanto à verificação das condições. Vamos lá ver: antes de emprestar o nosso dinheiro ao Fundo de Resolução o PM e o seu governo deviam exigir mais do que este tipo de frases crípticas sem substância. Era melhor não ter pago na altura do que agora pedir à PGR que investigue. É que entretanto o dinheiro já está do lado de lá."
Susana Peralta




Com tecnologia do Blogger.