Gomes Ferreira ARRASA consulado de Sócrates | PG

Gomes Ferreira ARRASA consulado de Sócrates




"Houve uma deriva económica do País no sentido de uma América latina, no sentido de uma falta de escrutínio e de um mau funcionamento das Instituições".

"Houve um primeiro-ministro que se sentiu à vontade para decidir todos estes grandes negócios. E foi um período histórico em que tudo isso foi arquivado como se nada se tivesse passado, e em que houve a escolha de um Procurador-Geral, que mais tarde percebeu-se que era amigo pessoal do primeiro-ministro. (...) Houve uma deriva económica do País no sentido de uma América latina, no sentido de uma falta de escrutínio e de um mau funcionamento das Instituições".

Intervenção de Gomes Ferreira no 'Especial Operação Marquês', na SIC Noticias.



Com tecnologia do Blogger.