«Há que confiscar a colecção a Berardo e retirar o seu nome do CCB» Paulo Morais | Portugal Glorioso

«Há que confiscar a colecção a Berardo e retirar o seu nome do CCB» Paulo Morais

 ● 20/01/19

«O nome BERARDO deve ser de imediato retirado da fachada do CCB»

Urge RETIRAR O NOME DE BERARDO da fachada do Centro Cultural de Belém!
A colecção do Museu Colecção BERARDO já não é de Joe Berardo, pois serve de garantia pelos empréstimos ruinosos que a Caixa Geral de Depósitos, o BES e o BCP concederam a Berardo - só na CGD são 320 milhões!

Há agora que confiscar definitivamente a colecção a Berardo e retirar da fachada do CCB o seu nome. Não fica bem afixar na frontaria (de um dos mais importantes monumentos de Portugal) o nome dum parlapatão.
(Paulo de Morais)


adenda: Raquel Varela


Três dos maiores bancos portugueses, BCP, CGD e Novo Banco, vão avançar em conjunto com um processo judicial contra o empresário Joe Berardo para tentar cobrar parte da dívida.

Como? Nós salvámos os bancos e estes agora querem a colecção Berardo e a Quinta da Bacalhoa como pagamento das dívidas de Berardo que nós já pagámos à Banca? Isto é uma piada?

A colecção é nossa, dos contribuintes. E o vinho também. Tenho uma proposta de palavra de ordem: A Quinta da Bacalhoa é do povo! Podem deixar uns Reservas com aroma de framboesa e bagas de azevinho à porta de cada escola e cada centro de saúde, por gentileza; e mesmo assim, vós banqueiros, ainda ficam em dívida para com professores, médicos, enfermeiros e técnicos.

Não se metessem com o "empresário" (se fosse pobre e tivesse roubado algo era o "ladrão") a oferecer dinheiro que não tinham a quem também não tinha o que afirmava ter. Quem não tem dinheiro não tem vícios, dizia-se por aqui antigamente. Não se ia destruir Estado Social.
(Raquel Varela)
AVISO: Este blog não autoriza a cópia das imagens nem dos vídeos aqui publicados!

Partilhe este artigo

Post Anterior
Prev Post
Post Seguinte
Next Post