«Loureiro, impunemente de Jaguar por Lisboa» Paulo Morais

Ajudou, com a sua estrutura de poder, a criar um banco, o BPN, que mais tarde administrou. E ajudou a falir.

Há Dias assim



Dias Loureiro foi ministro de Cavaco Silva e secretário-geral do PSD, que dirigia, a par de Cavaco Silva e Duarte Lima, então o líder parlamentar.

Ajudou, com a sua estrutura de poder, a criar um banco, o Banco Português de Negócios (BPN), que mais tarde administrou. E ajudou a falir.

Nos Dias de hoje, Loureiro passeia-se, impunemente, de Jaguar, por Lisboa. Passos Coelho aponta-o como exemplo de iniciativa e sucesso. Há Dias assim.
Paulo de Morais


Adenda: 04 Março 2017:
MP arquiva processo contra Oliveira e Costa e Dias Loureiro.
O MP justifica o despacho de arquivamento com o não ter sido possível identificar, "de forma conclusiva, todos os factos susceptíveis de integrar os crimes imputados aos arguidos", após análise de "informação bancária relativa às operações e aos sujeitos intervenientes".

0 comentários blogger

Com tecnologia do Blogger.