Enfermeiros: Não é bater palminhas à varanda, é pagar condignamente - Joana Amaral - Portugal Glorioso

Enfermeiros: Não é bater palminhas à varanda, é pagar condignamente - Joana Amaral

Enfermeiros infectados em serviço com cortes nos salários.

Fazer homenagem aos profissionais de saúde não é bater palminhas à varanda, é pagar condignamente. Isto é obsceno! - Joana Amaral Dias



Casos como o do enfermeiro Tiago Costa são inadmissíveis. Na linha da frente da batalha, foi infectado com Covid 19. Seguiu para casa, para o isolamento e, no final do mês, recebeu menos de 70 euros de salário.

Afinal, como é? Bater palmas à janela ou cantar loas a estes profissionais não chega. Há que considerar o coronavirus doença profissional, pagar a 100% e mais nada. Se há coisa que esta pandemia devia ter ensinado é a necessidade imperiosa de um SNS robusto. Que só se faz, evidentemente, com enfermeiros bem pagos e respeitados.

A sua carreira está congelada há mais de 20 anos e a sua profissão deixou de ser considerada de desgaste rápido. Enfim, só faltava mesmo mais esta. Qualquer dia já há novas agressões a quem trabalha nos hospitais.

video de Joana Amaral Dias, edição: PG
"Não tarda nada, em vez de palmas, vamos voltar às agressões aos profissionais de saúde."


Com tecnologia do Blogger.