«TAP impede portugueses de viajar para Portugal» Paulo Morais



A TAP impede portugueses de viajar para Portugal, violando a Lei. É o que resulta de ser dirigida por Miguel FRASQUILHO.

O Governo português decidiu, em 31 de Julho (Despacho n.º 7595-A/2020) "autorizar o tráfego aéreo com destino a Portugal" a "Cidadãos nacionais da União Europeia, nacionais de Estados associados ao Espaço Schengen e membros das respectivas famílias".

E estes "cidadãos nacionais" que "excepcionalmente, não sejam portadores de comprovativo de realização de teste laboratorial para despiste da infecção por SARS-CoV-2, com resultado negativo" (...) "à chegada a território nacional, são encaminhados, pelas autoridades competentes, para a realização do referido teste a expensas próprias, em local próprio no interior do aeroporto".

Em síntese, podem, excepcionalmente, embarcar e realizar o teste à chegada. Mas a TAP, em aviso do mesmo dia 31 de Julho, informa que "Nacional Português a viajar Nova Iorque - Lisboa: Tem de apresentar teste para embarcar."

Ou seja, a TAP impede os nacionais portugueses (que queiram regressar ou visitar Portugal) de embarcar sem ter realizado o teste, quando a Legislação garante que podem realizar o teste à chegada.

FRASQUILHO é um dos que recebeu dinheiro do saco Azul do BES, beneficiado com a corrupção de Ricardo Salgado. Percebe de sacos azuis e de corrupção, mas nada sabe de Leis e regulamentos.

Paulo de Morais

Com tecnologia do Blogger.